Frases de Amor à Distância

Distância não significa nada quando alguém significa tudo.

Eu queria que você estivesse aqui.

Tão longe do meu corpo e tão perto do meu coração.

Saiba que onde quer que eu esteja, eu estou com saudades.

Quem dera viver num mundo onde amar alguém fosse suficiente para ficar junto dela.

A distância traz saudade, mas nunca o esquecimento.

Não importa se você está perto ou longe, o que importa é que você existe, para que eu possa sentir sua falta.

Quem foi que disse que pra estar junto precisa estar perto?

Mesmo estando longe, eu sempre estarei com você.

A distância impede que eu te veja, mas não impede que eu te ame.

Namorar a distância é uma das maiores provas de amor que existem.

Menos distância e mais você, por favor.

O amor faz notar a distância.

Não fico triste por não tê-la fisicamente, só o fato de tê-la em meu coração é o suficiente pra suprimir o amor que sinto por você!

Não há distância que me faça te esquecer.

Se meu desejo pudesse se tornar real, você estaria aqui comigo agora.

Quando é amor de verdade, a gente até faz a distância se tornar um detalhe insignificante.

Não importa a distância, sempre estaremos juntos.

Que cada ano sem você me traga mais dez anos ao seu lado.

Onde quer que eu esteja, você está lá, mesmo que seja só no meu sonho.

A distância não é ruim, ela apenas nos mostra o quanto amamos o que ficou longe.

Eu amo as estrelas. Aliás, tenho mania de amar o que está longe.

É difícil dizer adeus quando se quer ficar. É difícil sorrir quando se quer chorar. Mais difícil ainda é ter que esquecer, quando se quer amar…

Quando o amor é verdadeiro, a distância vira mero detalhe.

Você está tão longe, mas eu te sinto bem perto.

Não importa se você está perto ou longe, o que eu sinto não vai mudar.

Por mais que a distância possa separar dois olhares, nunca vai separar dois corações.

É difícil demais ter que ficar longe de quem você mais queria estar perto.

Quando a saudade é demais, não cabe no peito, escorre pelos olhos.

Saudade é algo que ficou de alguém que partiu e não levou tudo o que lhe pertencia.