Amor antigo

O amor antigo vive de si mesmo
Não de cultivo alheio ou de presença.
Nada exige nem pede. Nada espera,
Mas do destino vão negar a sentença.
O amor antigo tem raízes fundas,
Feitas de sofrimento e beleza.
Por aquelas mergulha no infinito,
E por estas suplanta a natureza.
Se em toda parte o tempo desmorona
Aquilo que foi grande e deslumbrante,
O antigo amor, porém, nunca fenece
E a cada dia surge mais amante.
Mais ardente, mas pobre de esperança.
Mais triste? Não. Ele venceu a dor,
E resplandece no seu canto obscuro,
Tanto mais velho quanto mais amor.

Mensagens relacionadas
Amor sem controle
Não confie na frase de sua avó, de sua mãe, de sua irmã de que um dia encontrará um...
O amor é como o rio
O amor não morre de pé. O amor morre deitado para confundir os cabelos e ousar de novo. Toda...
Eu apenas queria
Assim como uma gota d’água conquista seu lugar no imenso azul do mar como o raio do sol, seu...
Sou eu o que falta da sua vida
Sempre que uma estrela aparece, eu permito que ela possa iluminar o meu caminho é assim o que desejo,...