Amor antigo

O amor antigo vive de si mesmo
Não de cultivo alheio ou de presença.
Nada exige nem pede. Nada espera,
Mas do destino vão negar a sentença.
O amor antigo tem raízes fundas,
Feitas de sofrimento e beleza.
Por aquelas mergulha no infinito,
E por estas suplanta a natureza.
Se em toda parte o tempo desmorona
Aquilo que foi grande e deslumbrante,
O antigo amor, porém, nunca fenece
E a cada dia surge mais amante.
Mais ardente, mas pobre de esperança.
Mais triste? Não. Ele venceu a dor,
E resplandece no seu canto obscuro,
Tanto mais velho quanto mais amor.

0
Mensagens relacionadas
Memórias apaixonado
De tudo ficou um pouco.Do seu beijo. Minha boca vazia.De tuas palavras a minha surdez.De teu medo. Ficou minha...
Lições de amor
Quando eu era pequenina na cidade grande, uma pessoa muito especial me contou uma história mais ou menos assim:...
Muito mais que amor
De você… Quero muito mais do que simples abraços, mais do que beijos ardentes, mais do que noites de...
Tempo de sonhar
O vento toca o meu rostoe me lembra que o tempo corre,levando em suas asas meus dias, minhas certezas,meus...