Frases de Dia do Índio

Quando a última árvore tiver caído, quando o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, vocês vão entender que dinheiro não se come. 19 de abril, Dia do Índio.

Os índios são nossas raízes e agradecemos seus ensinamentos com muito respeito pela sua cultura, sabendo que ainda temos muito a aprender.

Mayara Benatti

Defender as sociedades indígenas é defender a própria existência.

Eles estão na cultura, na história e, principalmente, no sangue do Brasil. 19 de abril, Dia do Índio.

Eles caçam, plantam, pescam, coletam e produzem os instrumentos necessários a estas atividades. A terra pertence a todos os membros do grupo e cada um tira dela seu próprio sustento.

Selvagem não é quem vive na natureza. Selvagem é quem a destrói.

Eles contaram as primeiras histórias do céu, da lua e do mar. Viram na natureza o dom da vida e a importância de tudo preservar.

O povo indígena merece toda consideração, pois ele foi dessa terra o primeiro guardião. Ou seja, o primeiro clã que habitou o nosso chão.

19 de abril, dia de gente que merece ser lembrada todos os dias.

No dia em que não houver lugar para o índio no mundo, não haverá lugar para ninguém.

Hoje é dia do primeiro destas terras. O primeiro guerreiro. O primeiro brasileiro. 19 de abril, Dia do Índio

Todo mundo tem um pouco de índio, dentro de si. Precisamos nos orgulhar de sermos, todos, um pouco índio.

Todo dia é Dia do Índio, eles fazem parte de nossa história e tem muito a nos ensinar.

A história do Brasil não pode ser contada se não falarmos do índio e de sua contribuição para nossa cultura.

Homenagear os primeiros habitantes do Brasil é reconhecer a importância das nossas raízes. É entregar de volta a honra e o respeito que todos eles merecem. 19 de abril, Dia do Índio

Antes de tudo, o índio precisa de terra. Índio é dono da terra. Então, o branco deve respeitar a terra do índio.

Quando ninguém pensava em democracia, eles já tinham as caras pintadas. 19 de abril, Dia do Índio

A figura do índio representa a essência do povo brasileiro, pois quando o Brasil foi descoberto eles já estavam nas terras.

Tudo na terra tem um propósito, cada doença uma erva para curar, cada pessoa uma missão a cumprir. Essa é a concepção dos índios sobre a existência.

Nós já existíamos muito antes de suas pátrias, suas repúblicas, seus Estados, seus países e suas bandeiras. Não somos cidadãos, somos da terra!

O Dia do Índio deve ser também um dia de reflexão sobre seu verdadeiro valor, de respeito às suas manifestações culturais e da tão merecida liberdade a que eles tem direito, como qualquer um de nós.

O terreno em que estamos é solo sagrado. É o sangue de nossos antepassados.

Em alguns idiomas indígenas não existe a palavra “não”, então eles vivem acreditando que tudo é possível.

A todos os povos indígenas que representam o Brasil, a nossa terra e as nossas conquistas: parabéns.

Diferente da cabeça, a oca é ôca. E o índio é gente, não indigente.

Os povos indígenas nos fazem pensar sobre a vida e sobre a essência da vida.

Beijar é afogar-se em alma viva, aquela na qual me deito e agraciado me faço um sorriso.