Plante o futuro

Um senhor já idoso amava muito as plantas. Todos os dias acordava bem cedo para cuidar de seu jardim. Fazia isso com tanto carinho e mantinha o jardim tão lindo que não havia quem não admirasse suas plantas e flores. Certo dia resolveu plantar uma jabuticabeira.
Enquanto fazia o serviço com toda a dedicação, aproximou-se dele um jovem que lhe perguntou:
- Que planta é essa que o senhor está cuidando?
- Acabo de plantar uma jabuticabeira! – respondeu.
- E quanto tempo ela demora para dar fruto? – indagou o jovem.
- Ah! Mais ou menos uns 15 anos – respondeu o velho.
- E o senhor espera viver tanto tempo assim? – questionou o rapaz.
- Não meu filho, provavelmente não comerei de seu fruto.
- Então, qual a vantagem de plantar uma árvore se o senhor não comerá de seu fruto?
O velho, olhando serenamente nos olhos do rapaz, respondeu:
- Nenhuma, meu filho, exceto a vantagem de saber que ninguém comeria jabuticaba se todos pensassem como você.
O rapaz, ouvindo aquilo, despediu-se do velho e saiu pensativo.
Depois de caminhar um pouco, encontrou à sua frente uma árvore e parou para descansar à sua sombra.
De repente olhou para cima e percebeu que se tratava de uma jabuticabeira carregada de frutos maduros. Pôde então saborear deliciosas jabuticabas. Enquanto comia, lembrou-se da sua conversa com o velho e refletiu:
“Estou comendo esta jabuticaba porque alguém há 15 anos atrás plantou esta árvore. Talvez essa pessoa não esteja mais viva, mas seus frutos estão.”
O importante é plantar e saber que um dia alguém será beneficiado.

0
Mensagens relacionadas
O poder da palavra
Aprendi que antes de se praticar o uso da palavra, é necessário conferir poder à esta palavra. Antigamente eu...
Construção da vida
Que Deus não permita que eu perca o romantismo, mesmo sabendo que as rosas não falam…. Que eu não...
Escola de animais
Era uma vez um grupo de animais que quis fazer alguma coisa para resolver os problemas do mundo. Para...
O mundo seria muito melhor
O mundo seria muito melhor se conseguíssemos nos colocar no lugar do outro…