Como ver Deus

Certa ocasião em alto mar, no meio da tripulação de um navio existia um marujo que pelo fato de ser crente, novo convertido, era motivo de insultos e zombarias por parte dos seus colegas.

Num belo dia, o capitão do navio, reunindo os marinheiros no convés, pegou uma luneta e, de um lado para outro, começou a olhar no horizonte. Olhava, olhava até que os marinheiros, curiosos, quiseram saber do que se tratava. Aí o capitão, tirando os olhos da luneta, dirigiu-se ao marujo crente e lhe disse:

- Olhei por todos os lados. Olhei e cansei de olhar, mas não consegui ver a Deus.

Então o marujo, levantando-se, tomou a Bíblia, e abrindo-a no livro de Mateus, capítulo 5, versículo 8, leu esta joia rara do amado Mestre:

“Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus”.

Jamais aquele capitão poderia ver a Deus. Os males do seu pecado o deixaram em trevas, a ponto de não poder enxergar a Deus e adorá-lo em espírito e em verdade.

Tais pecados não só impedem que Deus nos ouça as orações e estenda-nos as mãos para nos abençoar, como também impedem nossa própria visão das coisas espirituais.

Não é de admirar que exista muita gente que, apalpando espiritualmente, vive totalmente cega.

Mensagens relacionadas
Confiando no Senhor
Numa classe de crianças foi contada a impressionante história de Jesus e de Pedro, resolvendo um problema sobre pagamento...
Deus do impossível
Quando tudo diz que não Sua voz me encoraja a prosseguir Quando tudo diz que não Ou parece que...
Filha de ateus
Havia um casal de ateus que tinha uma filha. Os pais jamais lhe falaram de Deus. Uma noite, quando...
Existência de Deus
Um homem orava com tanto fervor e com tanto carinho, toda noite. Certa vez o rico chefe da grande...