Desabafo

Noite, que me traz saudade
Fico a te olhar tão triste
Meu pensamento invade
Com um sonho que não existe

Olho e procuro como louca
Você, que não está aqui
A minha voz cada vez mais rouca
Te chama, porém não pareces ouvir

E esse silêncio profundo
Se espalha como um raio
Irrompe nesse meu mundo
Que eu tento sair, mas não saio

Folhas que sopradas ao vento
Parecem me transmitir
O sopro desse lamento
Que insiste em me perseguir

Noites que em claro eu passo
Tentando encontrar meu caminho
Eu quero, mas descompasso
Enroscada pelos espinhos

E essa música romântica
Que ecoa tão bela no ar
Me aperta uma saudade metódica
Nas lágrimas que o meu pranto faz rolar
Noite, noite companheira
Vem num sussurro e espia
Surpreende essa dor traiçoeira
Que me faz ser alguém tão vazia

Leva esse mal que me acaba
Desapareça com ele bem rápido
Pois eu vejo que a vida desaba
Nessa ilógica de encanto tão árido

Brisa da noite refrescante
Sopra e vem num enternecer
Inebria o meu ser e estonteante
Me faça somente esquecer…

Mensagens relacionadas
Aquele amigo
E tem aquele amigo que você nem vê mais, mas que faz falta. Aquele que te chamava de chata,...
Vivo de saudade
Vivo de saudade Vivo de vontade Vivo fugindo da verdade… Vivo sem saber o que dizer quando encontrar você...
Adormeço pensando em você
Eu aqui pensando em você e lá fora a chuva caindo… Suave, como a tua voz que ressoa em...
Dor da saudade
Você já prendeu o dedo numa porta? Isso dói, não dói? E bater o queixo no chão, dói? Um...