Mensagens Mensagens Religiosas Senhor fazei-me instrumento de vossa paz

Senhor fazei-me instrumento de vossa paz

Senhor,
fazei de mim instrumento de vossa paz.
e que eu encontre primeiro, em mim,
a harmoniosa aceitação de meus opostos.

Onde houver ódio, que eu leve o amor.
aceitando o ódio que possa existir em mim e compreendendo todas as faces com as quais o amor pode se expressar.

Onde houver ofensa que eu leve o perdão
e que me permita ofender para ser perdoado

Onde houver discórdia que eu leve a união.
e que eu aceite a discórdia como geradora da união

Onde houver dúvidas que eu leve a fé.
podendo humildemente, encarar minhas próprias dúvidas

Onde houver erros, que eu leve a verdade.
e que a “minha verdade” não seja única, nem os erros sejam alheios.

Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
e possa, primeiro, conviver com o desânimo sem me desesperar.

Onde houver tristeza, que eu leve alegria.
e possa suportar a tristeza minha e dos outros sendo alegre ainda assim.

Onde houver trevas que eu leve a luz.
após ter passado pelas “minhas trevas” e ter aprendido a caminhar com elas.

Oh, divino mestre…
fazei que eu procure mais: consolar que ser consolado.
e que eu saiba pedir e aceitar consolo quando precisar.

Compreender que ser compreendido,
e me conhecer antes, para ter melhor compreensão do outro.

Amar que ser amado,
podendo me amar em princípio, para não cobrar o amor que dou.

Pois é dando que recebemos.
e sabendo receber é que se aprende a doar.

É perdoando que se é perdoado.
e não se perdoa a outro enquanto não há perdão por si mesmo.

E é morrendo que se nasce para a vida eterna.
e é bem vivendo e amando a vida que se perde o medo de morrer!

Mensagens relacionadas
Obrigado meu Deus
Pelo apoio do lar. Pelo amparo da escola. Pela proteção do trabalho. Pela alegria de servir. Pela defesa da...
Não existe castigo
- Amor, acorda, o bebê está chorando. - E daí? - Ele deve estar com fome, prepara a mamadeira...
Não pense duas vezes
A felicidade é um susto. Chega na calada da noite, na fala do dia, no improviso das horas. Chega...
Sala de aula
Venha comigo a uma sala de aula do terceiro ano…Há um menino de nove anos sentado à sua carteira...