Sem compromisso

Você veio ao mundo sem nenhum compromisso com o mundo.

Seu único compromisso era consigo mesmo: sobreviver.

Assim você permaneceu até determinado ponto de sua vida.

Quem cuidou de você até essa fase, também não tinha nenhum
compromisso com você, mas com ele próprio: era cuidar da criança que ali estava, sem ter pedido para vir.

Era só uma questão de responsabilidade.

Mas hoje, em todo bem que recebe, você se vê como devedor, e você paga com o que lhe ensinaram sobre gratidão, lição essa que lhe foi dada cheia de distorções,
imprimindo-lhe a culpa, estampando lhe no espírito a obrigação de idolatrar a quem o ajuda ou ajudou.

Quem doa de coração não impõe obrigação. É muito nobre e bonito o sentimento de gratidão, mas nos ensinaram que temos uma dívida com quem nos faz ou nos dá algo de bom.

Isso nos escraviza ao benfeitor e ele nem sabe disso na maioria das vezes. Você não deve nada a ninguém.

Ninguém deve nada a você. Somos todos canais por onde passa a energia doadora do Universo.

Não somos nós que doamos, mas sim a Providência Divina,
que doa através de nós.

Somos todos ferramentas da Mão de Deus para auxiliar aqueles que necessitam do nosso auxílio.

Quem ajuda ou ajudou você é uma dessas ferramentas.

Você também é uma delas. Seja grato, sim, mas não se escravize nem queira escravizar.

A maior parte dos escravos não amava seus “donos”. Simplesmente ame.

Ame a quem o ajuda, certo de que ele se sentirá mais confortável assim, com ele próprio e com você.

Dessa forma não há o dominado nem o dominador. Há em nós a certeza de que um dia deixaremos este mundo.

É a única certeza que temos sobre o futuro.

Cuidemos para que nossa alma volte à Nação de Origem assim como veio: livre de compromissos e de escravismo.

Que ela retorne plena da verdadeira gratidão e do mais gratificante de todos os sentimentos: o Amor.

0
Mensagens relacionadas
As asas do espírito
Da mesma forma como o deserto necessita de chuva… Da mesma forma como uma criança necessita de um nome…...
Reviravoltas
Muitas vezes as reviravoltas servem para nos sacudir, para nos fazer acordar. Para mostrar que a gente merece mais,...
Sob a luz da escuridão
Nas famosas fábricas de renda da Bélgica, há uma sala especialmente reservada onde se tecem os desenhos mais finos...
Lugar certo
O dia havia apenas amanhecido e o agricultor solitário já estava capinando a lavoura. Aquele seria, como outros tantos,...