Jardim da vida

Uma criança brincava no parque com sua mãe, quando avistou próximo dali um lindo jardim. Flores coloridas, brancas, vermelhas, rosas e amarelas a convidavam a brincar.

A criança, sem pensar, olhou para aquelas belas flores e saiu correndo pelo parque em busca do jardim. Só que, no caminho, tropeçou em uma pedra e caiu, e ao cair chorou, e ao chorar teve socorro.

Um senhor que estava ali, vendo a criança em desespero, aproximou-se e sentou-se carinhosamente ao seu lado.
- Você está bem?- disse o homem.

- Eu caí quando tentava chegar ao jardim. Caí e estou triste, acho que vou desistir de ir para lá. – disse a criança chorando.

O homem olhou penalizado e com doçura disse:
- Meu bem, um dia, há muito tempo, eu também caí ao buscar o jardim. Caí, e não mais me levantei, eu desisti. Desisti do motivo maior que me impulsionava. A chama que havia em meu peito gritava: “Vá, acredite!”

Mas eu não fui. Caí e desisti. Abandonei o que minha alma tanto buscava. Sofri e aprendi. Ouça: Ali na frente, você vê um jardim. Você sente que é lá que você prefere estar. Uma voz dentro de você diz: “Seja, vá, acredite!” Mas, lembre-se filho, sempre haverá pedras em seu caminho.

A criança, mais calma, olhou para o homem e perguntou:
- Porque as pedras? O caminho não poderia estar livre?

O homem olhou nos olhos da criança, um olhar tão sincero e sereno que a criança sentiu-se amparada e protegida, então o homem falou:
- Todos podem chegar ao jardim… Todos. Mas as flores são sensíveis e delicadas. Por isso precisam ser protegidas de pessoas despreparadas que poderiam destruí-las.

A natureza colocou pedras no caminho para permitir que só aqueles que tiverem a sensibilidade de entender que as pedras não foram feitas para impedir a chegada, mas para serem contornadas, cheguem até lá!

A criança enxugou as lágrimas, levantou-se e continuou em busca do jardim.

0
Mensagens relacionadas
O nó do afeto
Em uma reunião de pais numa escola da periferia, a diretora ressaltava o apoio que os pais devem dar...
A fábula do beija-flor
Certo dia a mata estava pegando fogo, e um beija-flor começou a pegar água numa folha e jogar no...
Prisioneiro da curiosidade
- Esse tio Bob me deixa louca! Disse Joana batendo o telefone – Era Diana, e ela estava chorando....
O buscador
Esta é a historia de um homem a quem eu definiria como um buscador… Um buscador é alguém que...