Às vezes

Às vezes temos pressa e não queremos esperar pelas coisas boas,
às vezes esperamos e elas não vêm e às vezes quando estamos prestes a desistir elas aparecem.

Às vezes temos a impressão de que nada dá certo,
às vezes achamos que o universo conspira contra nós e às vezes vemos que estávamos errados ao pensar isso.

Às vezes nos machucamos de tal forma que não vemos uma cura,
às vezes o cura demora e às vezes ela esteve sempre perto e a gente não notou.

Às vezes erramos sem pensar,
às vezes erramos por vontade e às vezes acertamos ao errar.

Às vezes nosso mundo desaba,
às vezes parece que os destroços nunca se consertarão e às vezes percebemos que esse abalo veio por uma boa causa.

Às vezes sorrimos para não chorar,
às vezes sorrimos mesmo aos prantos e às vezes choramos de rir.

Às vezes pensamos que não somos nada,
às vezes temos dúvida se somos e às vezes enxergamos nosso próprio valor.

Às vezes brincamos de fingir, fugimos para esconder, magoamos sem querer, lutamos sem vencer… Mas às vezes tudo se torna claro e menos nebuloso.

Às vezes achamos que encontramos as fórmulas secretas do amor e da felicidade, para mais tarde percebermos que tais fórmulas não existem, elas vivem em nós.

Às vezes estamos confusos, inseguros, impacientes e tudo isso, às vezes, muda de uma hora para a outra.

Às vezes fazemos perguntas sem respostas, às vezes entendemos que estamos fazendo as perguntas erradas.

Às vezes serão sempre às vezes.
A certeza do sempre é a incerteza do futuro.

Às vezes simplesmente sabemos.
Sabemos que “às vezes” são apenas momentos.

Mensagens relacionadas
O que é o destino?
O que é o destino?Uma vontade,Uma ordem,Um sonho…Destino é algo sem escolha?Não sabemos o que é, não sentimos sua...
Redescobrir-se
Por tanto amor, por tanta emoção, a vida me fez assim: Louco ou atroz, manso, ou feroz, eu caçador...
Vida breve
Essa nossa vida é tão curta…O tempo em que ficamos neste mundo é tão breve… Existem tantas coisas boas,...
Escola da vida
Um sábio atravessava de barco um rio e, conversando com o barqueiro, perguntou: - Diga-me uma coisa: você sabe...